Veer-Zaara (2004)

País: Índia

Duração: 3 h e 16 min

Gêneros:  Drama, família, musical, romance

Diretor: Yash Chopra

IMDB: www.imdb.com/title/tt0420332/

Veer-Zaara é um dos filmes mais populares da Índia que conta a história de um “amor surreal daqui até a eternidade” entre dois jovens, Veer Pratap Singh e Zaara Hayat Khan. Apesar de ter vários momentos dos mais diversos gêneros cinematográficos, Veer-Zaara é predominantemente romântico e dramático. Por conta disto ele não pode ser considerado um filme masala (multi-gênero).

Índia e Paquistão já travaram várias batalhas ao longo da história e a narrativa do filme põe um indiano, Veer, e uma paquistanesa, Zaara, em rota de “colisão amorosa” e isto, por si só, já é uma fonte de conflitos. É apenas uma pimenta a mais na busca deste amor tão devastador e tão infeliz.  Veer começa o filme preso há 22 anos e sem dar uma só palavra neste longo período. Uma jovem advogada paquistanesa chamada Saamiya Siddiqui tentará libertá-lo da cadeia e, para isto, terá que fazê-lo contar a história de sua vida. O filme, em flashbacks, mostra a história dos protagonistas e os fatos que levaram à prisão de Veer.

Veer trabalha na Força Aérea Indiana e seu ofício consiste em resgatar pessoas nas mais diversas situações de perigo. É um herói indiano ! Zaara é filha de uma família de políticos paquistaneses e já prometida em casamento para Raza, filho de outra família política do país. Um casamento por interesses que ajudará a costurar uma importante parceria política. Uma dia Zaara parte rumo à Índia a fim de levar as cinzas de sua criada Bebe, praticamente sua segunda mãe, para serem jogadas na cidade sagrada de Kiratpur e espalhá-las no Riio Sutlej entre seus ancestrais. Um incidente em seu ônibus num barranco fez com que Veer salvasse a vida de Zaara e também as cinzas de Bebe. Após isso, Veer resolve ajudar a bela jovem a cumprir seu objetivo e, a cada belo momento juntos,  o amor insiste em entrar em seus corações. Já observamos que trata-se de um amor proibido por vários motivos e que terá que passar por inúmeros obstáculos para prosperar. Um destes obstáculos é praticamente intransponível : a influência das duas famílias políticas paquistanesas com interesses no casamento, inclusive junto às autoridades policiais do país. Os nomes Veer e Zaara nunca mais teriam a possibilidade de serem falados ao mesmo tempo, daí o título do filme com hífen.

Podemos dividir a narrativa em 3 partes : o amor, o impasse e o julgamento. Na terceira e última parte da narrativa, o roteiro tenta reparar a injustiça da segunda e coloca nas mãos da inexperiente Saamiya o destino não só de Veer mas de um amor que tornou-se platônico e infeliz devido à controversa prisão e às mentiras e malentendidos do caso em tela. Em seu primeiro caso como advogada ela terá que enfrentrar Zakir Ahmed, um advogado que visa apenas as vitórias em seus casos sem preocupar-se com nada mais. Ele nunca perdeu um caso ! Será a batalha entre a humana Saamiya e o inescrupuloso Zakir. É a hora dos plot twists os quais garantem um final cheio de surpresas.

Obviamente, a força de um amor impossível é o tema principal do fime mas há um tema secundário que chama a atenção pois representa o contraponto trágico da narrativa : a corrupção. As figuras dos corruptos e corruptores delineiam, no caso do filme, até a vida amorosa das pessoas e onde o que mais interessa, o amor, perde o sentido em detrimento de outros interesses. Uma outra variável deve ser considerada também neste “processo de injustiça” : a honra da mulher e da família. A mistura de tradição e poder produz uma receita bastante amarga.

São 3 horas de muitas emoções !

O trailer com legendas em inglês segue abaixo.

Adriano Zumba

Anúncios

2 comentários Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.