Guia de filmes indianos para iniciantes

O cinema indiano vem apresentando uma evolução constante, tanto em relação aos aspectos técnicos quanto aos tecnológicos. Apesar disso, saliento que os roteiros dos filmes indianos merecem o principal destaque, pois são realmente diferenciados – pelo menos em suas principais obras cinematográficas. Em minhas andanças pela internet – e até pela observância das estatísticas do meu blog e termos de pesquisa que levam a ele – tenho constatado o grau de interesse das pessoas em conhecer o cinema indiano, então resolvi fazer esse post para servir como base para aqueles que desejam adentrar no espetacular cinema da terra dos elefantes, que sempre recomendo a todos.

Notei também que há uma resistência instalada em algumas pessoas, por considerarem o cinema indiano cheio de clichês e até certo ponto piegas, ou seja, que apela para emoções forçadas em suas narrativas. Concordo até certo ponto com essa afirmação. Os filmes mais antigos tinham realmente essas características, porém, a cada ano que passa, o grau de excelência das obras aumenta consideravelmente, e tais características são substituídas pela melhoria global dos mais diversos aspectos que compõem uma produção cinematográfica, apesar de ainda identificarmos, nos dias de hoje, filmes novos com cara de antigos. O cinema acaba sendo uma fuga da realidade para a população em geral, pois é uma das formas de diversão mais baratas do país, que é superpopuloso e com uma desigualdade social altíssima .

Uma informação importante para todos: o cinema indiano não é sinônimo de Bollywood, como 99% das pessoas acham. Na Índia, há uma indústria cinematográfica subdividida em polos de produção, que se baseiam principalmente na linguagem e na localização geográfica. Bollywood é o polo localizado na cidade de Mumbai – antiga Bombaim – e produz filmes no idioma hindi, o mais falado no país. É também o cinema mais comercial e escapista, o qual tem, nos últimos anos, conseguido entrar nos mais diversos países ao redor do mundo. Os três principais polos de produção são, em ordem de lucratividade, o de Mumbai, como já informado; o localizado na capital do estado de  Andra Pradesh, que produz no idioma telugu; e o localizado na área de Kodambakkam, na cidade de Chennai, cujos filmes são falados no idioma tamil e recebe a denominação de Kollywood. Apesar de possuir um cinema estritamente comercial nos dias de hoje, a Índia já produziu “filmes de arte”, como alguns gostam de chamar. Isso ocorreu principalmente entre as décadas de 60 e 90. O maior ícone desse período foi o diretor Satyiajit Ray – o maior cineasta que o país já produziu.

O indústria cinematográfica indiana produz centenas de seus “produtos” a cada ano – é uma das maiores produtoras de filmes do mundo. Logicamente, com uma produção tão grande, há bastantes obras de baixa qualidade – eu diria que a maioria se enquadra nessa característica. O objetivo deste post é justamente direcionar o cinéfilo iniciante em filmes indianos a seguir uma rota de bons filmes, para que engrosse a legião de fãs e não se decepcione ao se deparar com um filme que não o agrade. Apesar de haver a produção de todo tipo de filme, dividi didaticamente os filmes em grupos que representam as temáticas mais abordadas pelos cineastas do país, e, em cada um desses grupos, adicionei boas recomendações.

Já confeccionei uma lista dos 20 melhores filmes indianos contemporâneos, os quais estão espalhados pelos grupos propostos mais abaixo. Para acessar essa lista, clique aqui.

Todos os filmes relacionados abaixo (ordenados pelo ano de produção e depois pelo título) são de excelente qualidade e passaram com sobras pelo meu crivo. Notem que, ao lado de cada filme, está disponível a respectiva crítica publicada no blog e, caso não tenha sido feita, está mostrado o link para o IMDB. Todos são achados para download via torrent, e as legendas em português podem ser encontradas em sites especializados, como o Opensubtitles, por exemplo.  Alguns estão disponíveis na Netflix, em sites que exibem filmes online, como o Tugaflix e Megafilmesonline, e em uma comunidade do Facebook chamada “I love Bollywood”. Viva o cinema indiano, e aproveitem as recomendações – são excelentes filmes. Espero que gostem. É um cinema excepcional!

Obs. 1: Não se espantem ao se depararem com músicas e danças nos filmes. Esta é uma das principais características dos filmes indianos.

Obs. 2: Não adentrei na seara dos filmes indianos clássicos ou “de arte”, pois tenho pouco conhecimento sobre o assunto. De qualquer forma, se vocês quiserem se aventurar, indico, a princípio, a “Trilogia de Apu“, de Satyiajit Ray: “A canção da estrada” (1955) – crítica, “O invencível” (1956), “O mundo de Apu” (1959).

Obs. 3: Há um filme que originou o estilo de produção do cinema comercial de hoje em dia. É considerado um dos melhores filmes da Índia. Recomendo prontamente que, antes de adentrar no espetacular cinema indiano atual, que assistam a ele – até para notar a evolução em todos os aspectos. Trata-se de “Sholay” (1975) – crítica. É um filme longo, mas interessante, até por seu valor histórico e por mostrar uma variante do western spaghetti, o curry spaghetti – um western com as mesmas características dos faroestes italianos das décadas de 60 e 70, porém com a roupagem indiana.

Obs. 4: De hoje em diante, todos os filmes indianos que eu considere apreciáveis serão colocados em suas respectivas categoria nesse guia.

GRUPO 1 – CINEBIOGRAFIAS ESPORTIVAS/ FILMES ESPORTIVOS

GRUPO 2 – FILMES MASALA

Neste grupo cabe uma explicação. Filmes desse grupo são os que caracterizam melhor o cinema indiano. São filmes multigênero, que englobam, por vezes, até mais de 5 gêneros cinematográficos e proporcionam emoções das mais diversas em uma mesma jornada. São filmes geralmente longos, que até ultrapassam as 3 horas de história, e, em filmes desse tipo, o ator Shahruck Khan construiu a sua fama – ele é chamado de Rei da Índia. Segue, para um melhor entendimento, um link da Wikipedia sobre o gênero cinematográfico masalaclique aqui.

GRUPO 3 – FILMES DE SUPERAÇÃO

Neste grupo, há, geralmente – mas isso não é regra –, filmes com protagonistas portadores de alguma deficiência física ou intelectual. São os que mais emocionam e os que são mais comumente considerados piegas. “Como estrelas na terra” é meu filme indiano favorito.

GRUPO 4 – FILMES DE SUSPENSE/THRILLER

Neste grupo considerei filmes com os seguintes subtemas: conflitos étnicos-religiosos, policiais e investigativos, crimes e julgamentos.

GRUPO 5 – CRÍTICA RELIGIOSA

GRUPO 6 – ÉPICOS

GRUPO 7 – OUTROS

Adriano Zumba

Anúncios

7 comentários Adicione o seu

  1. Eliane cruz disse:

    Bom artigo!!! Os filmes indianos não são, de fato, uma derivação de Hollywood.

    Curtir

  2. cinefletindo disse:

    Não havia ainda encontrado uma lista tão boa de filmes indianos. Tuas referências são ‘tudo de bom’. Seguem algumas sugestões para a categoria suspense: Special Chabbis (Pandey, 2013), Madaari (Kamat, 2016), Rustom (Desai, 2016), TE3N (Dasgupta, 2016), Irada (2017) e Jolly LLB 2 (Kapoor, 2017).

    Curtir

    1. Obrigado senhorita (não sei o seu nome). vou assistir a todas as suas sugestões, escrever sobre elas e colocar no guia. Tudo pelo cinema indiano, do qual sou fã.

      Curtir

      1. cinefletindo disse:

        Meu nome é Maristela ou Mari, como preferir. Acredito que ainda vamos ‘trocar muitas figurinhas’, especialmente clássicos e indianos, por enquanto. Aproveitando, tomei a liberdade de incluir o link de análises tuas em algumas de minhas reflexões (PK e 3 Idiotas), pois não faço análise do filme (apenas reflexões a partir da temática) e, por isso, incluo link para críticas que curti. Espero que não se importe.

        Curtir

      2. Fique à vontade, Maristela. Trabalhamos juntos.

        Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.